PRIMEIRA LEI DA TERMODINAMICA PDF

TERMODINВMICA O homem utiliza vбrios recursos para facilitar suas tarefas diбrias, como locomoзгo e construзгo e ao longo de sua histуria jб utilizou a prуpria forзa, a forзa de animais, ferramentas e mбquinas simples atй que passou a utilizar o calor em um processo de transformaзгo da energia tйrmica em trabalho. Com a invenзгo das mбquinas tйrmicas, no sйculo XVIII, o homem deixou de depender de seu esforзo e resistкncia, mas se tornou dependente do combustнvel que fornece a fonte de calor, como o carvгo. As mбquinas tйrmicas, por serem mais eficientes e possibilitarem maior produtividade, geraram fбbricas e indъstrias e com elas tecnologia, surgindo uma nova era de desenvolvimento chamada "revoluзгo industrial". E atй hoje o homem procura aperfeiзoar e criar novos tipos de motores para movimentarem essas mбquinas e tambйm busca novas e econфmicas fontes de energia. Assim, a termodinвmica estuda as relaзхes existentes entre o calor e o trabalho mecвnico, tendo como princнpios a conservaзгo de energia e a transferкncia espontвnea do calor, do sistema mais quente para o mais frio e nгo no sentido inverso.

Author:Dami Marn
Country:Saint Kitts and Nevis
Language:English (Spanish)
Genre:Photos
Published (Last):23 November 2012
Pages:362
PDF File Size:19.24 Mb
ePub File Size:9.80 Mb
ISBN:959-6-19500-978-2
Downloads:12220
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Gull



Rubrica: biologia. Rubrica: comunicaзгo. O termo Entropia й sem dъvida a razгo de toda a confusгo, pois nгo й um conceito simples. Porйm й preciso um esforзo maior para entender o real conceito de Entropia e da Segunda Lei, como veremos adiante. Voltemos a analisar o texto do Dr. Considerando que o universo, como um relуgio, estб se deteriorando, й уbvio que ele nгo existiu eternamente. Mas de acordo com a Primeira Lei, a soma total da energia e matйria prima й sempre uma constante.

Como podemos, entгo, numa pura e simples base natural, explicar a origem da matйria e da energia das quais este universo й composto. Numa simples base natural nгo podemos explicar a origem da matйria e da energia.

A Ciкncia nгo se ocupa de questхes que estejam fora do alcance da mediзгo e observaзгo direta ou indireta dos fenфmenos, nem daquelas as quais nгo hб base para cбlculos. Isso й trabalho da Filosofia. A continuidade evolucionбria, do cosmos ao homem, й criativa e progressiva, enquanto que a Primeira e a Segunda Lei da Termodinвmica declaram que os processos naturais conhecidos sгo quantitativamente conservativos e qualitativamente degenerativos. Nгo й verdade! A "continuidade" Evolucionбria nгo й "Criativa", й apenas Evolutiva.

Evoluзгo й transformaзгo. Transformaзхes sгo apenas "termicamente" degenerativas, isso nгo se aplica a qualquer outra coisa. Em qualquer caso, sem exceзгo, quando essas leis foram sujeitas a testes foram comprovadas vбlidas. Os exponentes da teoria evolucionista ignoram assim o observбvel a fim de aceitar o inobservбvel a origem evolucionista da vida e das principais espйcies das coisas vivas.

Gish se encerra, corando um desfile de inconsequкncia cientнfica com uma acusaзгo sem o menor fundamento. Mais interessante й ser ele um Criacionista, que crк na Criaзгo Divina, um fenфmeno sу menos observбvel que o prуprio Apocalipse. Uma caixa de ar com um palito de fуsforo. O ar estб a uma certa temperatura, e possui entгo um certo nнvel de Entropia, que й o estado de agitaзгo molecular das partнculas do ar. Riscando o palito, a pуlvora, que possui energia quнmica, entra em combustгo devido a fricзгo causada pela energia cinйtica, movimento.

Consideremos as paredes internas como бsperas. Obs: palitos de "fуsforo" caseiros nгo possuem o elemento quнmico Fуsforo P verdadeiro, apenas pуlvora seca. A Entropia em torno do palito em chamas й maior que a do restante do sistema, assim como o calor. Energia cinйtica e energia quнmica foram convertidas na forma mais degradada de energia.

Esse processo й irreversнvel, nгo se pode transformar o calor de volta em pуlvora. Mas com o tempo o sistema vai se equilibrando, o maior calor e entropia em torno das chamas se espalha. O palito se apaga e as temperaturas antes diferentes vгo se misturando.

Caso contrбrio ele perderia esse calor para o meio externo. Como a Primeira Lei impede que a energia se perca, a temperatura final do sistema serб maior que a inicial, e tambйm a Entropia, que a Segunda Lei impede que diminua.

Agora o sistema tem menos potencial de transformaзгo do que antes, й menos ordenado, й mais Entrуpico. Porйm essa situaзгo й hipotйtica. Sempre hб troca para o meio externo, o que permite que a Entropia dentro do sistema possa diminuir. Entropia e Calor nгo sгo sinфnimos, e nem exatamente aumentam em proporзгo direta. Se por exemplo aumentбssemos o volume do sistema reduzindo a pressгo, a temperatura cairia, mas o sistema continua sendo considerado mais Entrуpico que no estado inicial mesmo que a temperatura fosse menor, pois Entropia й um medida de reversibilidade da transformaзгo.

Diz apenas que neste atual sistema, produzir outra forma de energia que nгo calor "й menos possнvel" que no estado inicial. Ou seja, Entropia й a quantidade de energia calorнfica que nгo pode mais ser convertida em outra forma de energia. Й uma medida do nнvel de Irreversibilidade. Nem mesmo toda a Terra й um sistema fechado. Ela recebe energia do Sol, de raios cуsmicos e atй matйria na forma de meteoros. Tambйm perde calor e gases para o espaзo, e recentemente atй matйria sуlida, ao mandarmos naves espaciais para fora.

Alguns Criacionistas afirmam que por receber do Sol apenas Calor, a forma mais desordenada de energia, nгo poderia haver aumento de complexidade no planeta. Porйm a Terra nгo recebe apenas Calor, mas tambйm LUZ, o que nгo й a mesma coisa, assim como Raios Ultravioletas, Prуtons livres que sustentam toda a cadeia Carbфnica da Terra e diversas outras frequкncias de radiaзгo nгo sу do Sol. Alйm disso, ela nгo recebe esse calor por igual, algumas partes recebem mais que outras o que por si sу jб gera situaзхes distintas em diferentes бreas do planeta.

Mesmo que a Terra fosse um sistema fechado, ela poderia sim desenvolver бreas isoladas onde a Entropia diminuнsse em relaзгo a outras, como o centro do planeta por exemplo, que й a parte mais quente. Hб bilhхes de anos atrбs a temperatura do planeta era muito maior, grande parte desse calor foi convertido em outras formas de energia, mas nгo todo й claro, pois й isso que proнbe a Segunda Lei, e parte do calor se perdeu para o espaзo.

Enquanto os Criacionistas tentam deturpar a Evoluзгo e as Leis da Termodinвmica, dado ao nнvel de estabelecimento da Teoria da Evoluзгo e da dificuldade de interpretaзгo da Segunda Lei, acho mais fбcil que a Segunda Lei й que venha a ser reformulada do que ela derrubar a Teoria da Evoluзгo, sonho dourado dos Criacionistas. Entretanto й compreensнvel alguma confusгo.

O termo Entropia vem sendo desentendido desde que as Leis da Termodinвmica foram descobertas. Se extrapolarmos muito o significado de Entropia podemos sim comparб-la a qualquer outro tipo de ordem e desordem, mas perde-se o pleno apoio da Termodinвmica. E mesmo que nгo ocorresse, a acusaзгo dos Criacionistas sempre irб esbarrar no intransponнvel obstбculo de que nem a Terra , nem o Sistema Solar, nem mesmo a Via-lбctea inteira, pode ser considerada um sistema fechado.

Hб ainda uma outra ardilosa manobra dos Criacionistas para atacar nгo e exatamente a Teoria da Evoluзгo, mas as da origem do Universo. Trata-se de jogar as Leis da Termodinвmica umas contra as outras.

Uma observaзгo notбvel por sinal. O Primeiro Princнpio declara indiretamente que a matйria e energia do Universo sempre existiram e sempre existirгo, afinal nada pode ser criado ou destruнdo. Portanto, o Universo seria Eterno. Por outro lado a Segunda Lei declara que, se sendo o Universo um sistema fechado, estaria em irreversнvel aumento de Entropia. O que o levaria а morte tйrmica. De fato esse questionamento й, filosoficamente, vбlido. Esse argumento й inclusive usado pelos Criacionistas para atacar a Teoria do Big Bang.

Simples falta de melhor conhecimento. De acordo com o modelo do Big Bang, no princнpio o Universo encontrava-se totalmente concentrado num Hiper-Бtomo, num momento chamado Singularidade.

Apesar de todo o Calor concentrado em um sу ponto a um nнvel mбximo? Violando agora o Terceiro Princнpio? Nada disso. Nгo havia espaзo nem tempo atй que subitamente o Universo comeзou a se expandir. Como toda a fнsica se baseia na natureza observбvel no Espaзo-Tempo, antes do Big Bang portanto, nгo existiam Leis da Termodinвmica ou quaisquer outras Leis. Elas sу passaram a valer apуs a Grande Explosгo.

KELARUTAN TIMBAL BALIK PDF

Segunda lei da termodinâmica

.

JANET EVANOVICH LEAN MEAN THIRTEEN PDF

1ª Lei da Termodinâmica

.

GIOVANNI PAPINI LIFE OF CHRIST PDF

Primeira Lei da Termodinâmica Exercícios

.

Related Articles